Pequenas crianças. Sem maldade, culpas ou medos…

Mas deveriam ter medo. Medo daqueles que eram chamados de ‘pai’ e ‘mãe’. Medo daqueles que os geraram, cuidaram.

Perdoem o desabafo, mas por que esses monstros fazem isso com crianças? Por quê????

Por que pedem a guarda, os dias de visitas? Para que as madrastas, padrastos, com inveja, ciúme, raiva desmedida, insana, injustificada os matem?

Onde, ONDE, está o amor, o carinho e respeito no coração, na ALMA dessa gente mesquinha, rude, violenta?

Onde está o amor?

Onde está a responsabilidade de cuidar de um ser, ao recebê-lo como filho no seio da família???

Será que nossos filhos podem confiar em nós, seus pais? Quantos e quantos pequenos, após verem na mídia, casos absurdos como esses, não sofrem em silêncio, com medo??

Será que teremos que nos ‘acostumar’ com casos assim?

Eu não aceito acostumar! Eu não aceito ler sobre isso.

Eu não aceito sequer pensar que eu possa conviver com um monstro desses.

Eu tenho medo, muito medo do ser ‘humano, inteligente, racional’…



Episódio 2 – Primeira Temporada

Efetivamente, meu primeiro dia sem “E”… Nem quero pensar que ainda faltam 29 dias porque vou começar a chorar e não escreverei mais nada!

Limpei a casa. De leve, nada de substancioso, mas o chão está limpo, os quartos, banheiros… Aliás, para quê 2 banheiros? Penso seriamente em interditar um e assim ele aguenta esses vinte e no… Oppppsss… Esses dias de caos.
Para que 2 quartos, gente??? Na verdade o ideal seria fechar o apê e fazer nossa mudança para o hotel, do outro lado da rua. Cama limpa, chuveiro, camareira, serviço de quarto, wi-fi… Só me falta a grana para pagar.

Não suporto mais lavar louça! Tenho certeza absoluta que há um gnomo habitando este lar e que este ser maléfico tem o desprazer de usar tudo o que tenho nos armários. Mal desvio o olho da pia e pratos, potes, copos sujos brotam! Sim, amigos, ele brotam! Tenho uma plantação de louça suja na cozinha!!! Cultivada, regada, adubada e cuidada pelo maldito gnomo!

Amanhã farei uma mega compra na loja de artigos para festa, ali no outro quarteirão. Hoje dei uma namorada em pratos, talheres e copos descartáveis. Cada um mais lindo que o outro. Coloridos, alegres, de novo, DESCARTÁVEIS. Usou e puffff… Somem no lixo. Sem lavar, sem reutilizar. Um dia jantamos em azul, noutro em vermelho, depois em verde e assim vamos.

Na tentativa de manter calma e a ordem imposta, não haverá carne de panela nessa casa por 30 dias. Não haverá carne espalhafatosa na frigideira, que espirra óleo até no térreo. O que me faz ter o péssimo lembrete de que tenho 5 (C.I.N.C.O.) quilos – QUILOOOOOSSSSS – de tomate na geladeira que serão transformados em molho, daqueles que explodem bolhas quentes no fogão inteiro.

Escrevi “água” e lembrei que preciso molhar as plantas… Devo lembrar também em comprar tudo de plástico. Não murcham, não morrem no sol, no máximo ficam empoeiradas e só precisamos de um espanador. Básico.

Só não está básico o espaço na lavanderia. O varal está cheio de roupa seca, prontinha para encararem o ferro. Vocês nem sabem a alegria que sinto por esta novidade em minha vida. Mas preciso trocar o forro da tábua, que “E” não avisou que estava rasgado…

Amanhã haverá uma pequena comemoração em casa… Seis pessoas, seis pratos, seis copos, seis garfos, seis facas, sei lá quantas colheres, panelas, travessas… Na boa: é falta (demais) de educação pedir que cada convidado lave o que sujou???



Episódio I – Primeira Temporada

A partir de hoje (e não tão certinho assim, todo dia) vou chorar as mágoas nos ouvidos (e olhos, claro!) de quem visita minha “casa”.

Estou em férias. Nossa empregada também. E não conseguimos ainda (Saravá 3 vezes!!!) uma diarista, por isso eu, eu e eu faremos o serviço doméstico. Voltarei aos primórdios de minhas ancestrais e serei uma dona-de-casa perfeita, com 100% de tempo e dedicação. E que Deus nos proteja!

Minha mãe janta aqui todas as sextas e, que me perdoem os TOC´s com limpeza, a louça desse jantar fica na pia até segunda-feira, ali num cantinho, sem gritos, motins ou ameaças, quando nossa Empregada (a partir de agora chamada de “E”) chega, lava, enxuga e guarda tudo.

Mas ela, a “E”, não estará aqui por longos e sofridos 30 dias… Isso significa que a panela de pipoca, feita com manteiga, macia, salgadinha, que nos faz companhia em grandes sessões de cinema em casa aos sábados não aparecerá, miraculosamente, limpa, areada e pronta para o uso no armário na tarde de segunda-feira.

Nem os lixos do banheiro sumirão espontaneamente. Não que eu saiba ONDE ou COMO ela o (?) incinera, destrói, aniquila. Lembrete: Preciso procurar mais sobre o destino desses saquinhos no Tio Google…

A parte ótima: com esse calor eu lavarei banheiros e cozinha.

A parte ruim: eu lavarei banheiros e cozinha.

A parte péssima: minhas unhas, amadamente cuidadas, pintadas, decoradas, invejadas, simplesmente serão dizimadas enquanto eu lavo banheiros e cozinha.

A parte trágica: vou odiar minhas unhas! E, provavelmente, terei um plano maligno usando soda cáustica, água sanitária, enxofre, rabo de lagartixa e olho de ameba que derreterão as unhas impecáveis dela, a “E”.

Mas aí vem o final de semana, dois dias de descanso, sem nada (ou quase) de serviços domésticos a fazer. Bom… Um jantar no sábado, uma louça básica para lavar, depois que eu desocupar o escorredor com a louça de sexta e vamos descansar porque segunda-feira a brincadeira começa para valer!




Algumas pessoas ainda não entenderam os motivos de tantas manifestações no país, então, vamos elenca-las e deixar claro que não é contra PT, PSDB, PP, PQP. São contra políticos ladrões, corruptos, palhaços, analfabetos que prometem, leem discursos escritos por “ghost writers”, mas basta sentarem-se em cadeiras parlamentares para roubarem, viajarem, subornarem e sujarem o nome de um país que tinha tudo para ser uma grande potência, mas que foi mordida pela MALDITA “Lei de Gerson” que fez filhos, netos e bisnetos: “Temos que levar vantagem em tudo, certo????”:

1) A maior seca em mais de 50 anos no Nordeste. Hhhhaaammm… Ouvi algo sobre a Transposição do Rio São Francisco, que engoliu trocentos milhões de reais e os nordestinos estão morrendo de fome?;

2) Nossas estradas. Muitas privatizadas, cobrando imensos pedágios e N.A.D.A. de melhorias. Alguém ainda lembra-se da Transamazônica????????????????? Nem vou tocar no assunto que o pedágio de SP “é” de um político que foi condenado pelo mensalão;

3) Malha ferroviária, que cobriria grande parte do território nacional, ajudaria na preservação do meio ambiente, na economia de combustível, trânsito caótico;

4) Cortes de gastos públicos. Isso inclui auxílio moradia, auxílio deslocamento, auxílio alimentação, auxílio mobília nova, 3.456.984.983.278 assessores, 345.786 mordomos, 345 garrafas de uísque escocês… Por mês. Bom, deixa para lá;

5) Segurança. Na boa… Eu conto todos os dias o que tenho na carteira e rezo para que o bandido tenha pena de mim e me deixe viva e sem queimaduras por eu tem uns caraminguás de R$ 30,00, R$ 40,00 à sua disposição;

6) Educação. Aqui a gente pode subdividir em itens:

a. Carros da CET, de carros de parlamentares estacionados em vagas destinadas a deficientes e idosos. E o povo, inculto, faz igualzinho. Detalhe: minha mãe tem 84 anos e caminha pela extensão do estacionamento porque nós RESPEITAMOS as vagas, uma vez que não tenho o selo da prefeitura;
b. Som alto no meio da madrugada;
c. Depredações de bens públicos, cuja construção ou manutenção saem dos nossos bolsos;
d. Escolas de LATA;
e. Vereadores baixando salários de professores, enquanto votam em seus aumentos de salários na calada da noite;
f. Venda de vagas em Universidades públicas;
g. h. i. j. k…. Uma sujeira monumental;

7) Saúde. O pior. O mais abjeto e nojento descaso público. O mais biltre e medonho descaso. O MAIS VERGONHOSO. Enquanto nós, classe média, podemos contar com planos de saúde privada, seja ela vinda de empregos ou pagamentos particulares, a grande, imensa, BRUTAL maioria da população depende do SUS e vê filhos, pais, irmãos, amontoados feitos sacos de lixo, em corredores infectos, sem ajuda, assistência e medicamentos.
E morrendo igual cão sarnento.
Não há médicos porque o salário dos mesmos, que estudaram 6 anos (fora residência) é medíocre e ainda inventaram a IMPORTAÇÃO de profissionais de saúde para terminar de tripudiar sobre esses profissionais.

Entendeu agora??? Ficou claro? Já passou por algo do tipo? Viu ou usou transporte público lotado? Ficou preso num congestionamento em estrada, num final de semana prolongado e reclamou de, além do transtorno, ainda precisar pagar pedágio? Já passou fome ou sede? Já foi assaltado ou anda com carinho blindado ou se pela de medo quando para em farol à noite, quando volta de um plantão ou trabalho extra? Já teve vontade de xingar o FDP saudável que estaciona em vaga que não lhe pertence? Compartilhou a foto do carro da CET estacionado em vaga preferencial??? Paga escola particular para o filho porque a pública é uma merda???? Paga plano de saúde com pânico da pública?????

Então, querido(a)… Você, mesmo não entendendo o movimento ou defendendo esse ou aquele partido, SOFRE!

Não foi declarada guerra contra o partido X, Y, Z. Foi declarada guerra a favor das pessoas de BEM deste país.
Pessoas que acordam de madrugada e retornam à noite para suas casas. Pessoas de bem que acreditam no futuro, num país melhor. SEM ROUBO.

Pessoas de fé no País chamado Brasil.




"A vontade pode e deve ser um motivo de orgulho superior ao talento." Balzac

"Quem atinge o seu ideal, ultrapassa-o precisamente por isso." Friedrich Nietzsche

"O homem sensato adapta-se ao mundo. O homem insensato insiste em tentar adaptar o mundo a si. Sendo assim, qualquer progresso depende do homem insensato." Bernard Shaw

"Todos os nossos sonhos podem se realizar, se tivermos a coragem de persegui-los." Walt Disney