niver-leo.JPG

Não sei se o Léo tem mais vantagens que os amigos tendo uma mãe “mala” e blogueira, mas a verdade é que eu sempre apronto quando saímos ou viajamos. Já o carreguei para o Rio de Janeiro e Porto Alegre para conhecer meus amigos.
Fomos duas vezes ao Beto Carrero Word. Resumo da ópera: fizemos amizade com todo o pessoal que trabalha no parque a ponto de nos deixarem entrar nos shows pagos, participarmos de desfiles, de eu ter o telefone da galera e nos falarmos pelo Orkut. Para ele, foi e é uma lembrança muito especial conhecer tanta gente, falar com meus amigos, por exemplo, no MSN… E ele vive uma vida um pouco diferente dos colegas.
Mas, no nosso dia-a-dia, as coisas também não são tããããããooo normais assim, o que reforça a tese de que sou “mala” mesmo! Sexta, dia 21, foi o aniversário dele. E faz uns meses que ele vinha pedindo para fazer a festa num boliche. Como a ultima festa dele foi há muito tempo, concordei. Fechamos 3 pistas no boliche de um shopping aqui das redondezas, distribuímos os convites e lá fomos nós, na noite de sábado…
Mas, só para nós, eu achei meio “programa de índio” tomar conta de mais de uma dezena de pré-aborrecentes numa noite de sábado. Até comentei com minha mãe que eu deveria levá-lo (como quase todos os pais), voltar para casa e só ir buscá-lo. Mas era a festa do filho… Não podia deixá-lo lá, sozinho. Acabei entrando no clima…
Das três pistas, bem lá no fundo do boliche, deixei duas com eles e peguei uma. Como sou apaixonada pelo jogo, senti-me a “toda-poderosa” com a pista só para mim. Para ajudar, a pista conta com som, jogo de luzes que a transforma numa pequena danceteria com música no estilo “putz-putz”… Chope gelado, pista só minha, me acabei por quase uma hora. Até que chegam dois pais que decidiram ficar… Propus: “Que tal uma rodada só entre os pais?”. Fechado! Um alento à solidão. Foi uma correria do João e Neide para buscarem os sapatos. O pessoal da pista ao lado ria quando eu saia dançando ao fazer um “strike” ou “spare”. A mocinha riu quando falei que a festa era do filho, mas a mãe se divertia mais…
E a galera do Léo, nas pistas ao lado, fazia competição para ver quem jogava mais na canaleta (levantada, a pedido meu), quem caía mais ao jogar a bola, quem corria mais… Traduzindo: foi uma zona!
Não contente, saímos da pista quando esgotou as duas horas e corremos para a sala de Videokê, mostrar todos os nossos dotes de cantores… Ok, ok… Confesso! Coloquei pilha no bando para cantarem o mais alto que conseguissem.
O duro é o dia seguinte: meu braço e coxa esquerda (sou canhota) não se mexem muito bem… Descer escadas é um suplício por causa da dor! E ainda teve o “dia do pijama”. O que é isso? Fui acordada na madrugada de domingo, por volta das 09h45, para abrirmos os presentes… Ainda de pijama. Mas desses rituais que nós criamos, falo outra vez…
Bom, Léo. Missão cumprida. Seu aniversário foi muito bom! E você está crescendo depressa demais, viu???

Mais fotos, aqui: Niver do Léo.



Posts Recentes:


Comments


This entry was posted on Sunday, September 23rd, 2007 at 7:57 pm and is filed under À parte, Viagens & Baladas. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

10 Corajosos!!!


  1. Viva on September 23, 2007 8:17 pm

    Que delícia! Mãe e filho divertindo-se juntos, não tem preço!

  2. Erika on September 23, 2007 8:20 pm

    muito ótima a festa… e eu acho que se eu tivesse um filho.. ia ser a mesma coisa.rsrs. amo boliche.. e putzputz rsrs

    beijos… e parabéns pro léo.

  3. Dourado on September 23, 2007 8:26 pm

    Q sorte o Léo, hem?!!

    Vc é a mãe q um garoto sonha!

  4. Lord Broken Pottery on September 24, 2007 8:19 am

    Sandra,
    O mais bacana é que o Léo nunca vai esquecer dessa festa. Um dia, quando tiver seu próprio blog, poderemos ler a versão dele, que será diferente da sua, mas igualmente feliz.
    Beijo

  5. THUNDER on September 24, 2007 8:22 am

    HAHAHAHA…
    Isso é o que eu chamo de diversão!
    Na próxima, vê se manda um convite, uai!
    Tem uns velhinhos por aqui que também adoram boliche haahahaha…
    Boa semana e tudo de bom!

  6. Kith on September 24, 2007 11:49 am

    Você está certa, amiga. Festa do filho também pode ser diversão para os pais.
    Agora me explica uma coisa: como é que seu filho consegue esperar o dia seguinte para abrir os presentes?
    Minha filha, quando era pequena, mal conseguia esperar chegar em casa, não importava que horas fossem! Teve um aniversário ( o sétimo) que compareceram todos os coleguinhas das 3 classes de primeiro ano (98 crianças!) – foi num macdonalds. Lotamos o carro de minha mãe com os presentes! Pois não é que ela não descansou enquanto não abriu TODOS assim que chegamos em casa? rssss.
    Beijos pra você e pro filhote.

  7. marilia on September 24, 2007 11:53 am

    Sandra, que barato…
    Acho que vc não tem nada de mãe mala…
    vc é sim, mãe especial…
    como eu, e segundo minhas filhas, elas são sobreviventes de mãe doidinha, e por isso tem mil historias pra contar e são historias de gargalhadas e maluquices sadias!!
    parabéns pro seu leo, e muitos aniversários assim…
    bjos!

  8. Anderson on September 24, 2007 9:25 pm

    parabéns Sandra e Léo, primeiro ao Léo, pelo aniversário e pela mãe e depois á Sandra pessoa que é!!
    Meus pais até hoje saem comigo e minah irmã, vamos à Mangueira (ensaio), Maracanã, etc…

    Agora que os planos de ser pai estão em vigor… sei o quanto um filho adora os pais “mala”.

    abraço.

  9. Edu on September 27, 2007 8:07 pm

    Puxa, que bacana! Meu próximo aniversário vou contratar você como “cheerleader”! :-) E dois beijões atrasados para o Léo!!!!

  10. Meglyn (Sub Rosa) on September 29, 2007 3:52 pm

    Sandra, dê um beijo meu ao lindão, sim?
    E um para vc.
    M.

Nome (requerido)

Email (Segredinho nosso)

Site ou blog

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Deixe seu recado (que pode ser devidamente editado, ignorado, respondido, deletado... Depende do meu humor!)

"A vontade pode e deve ser um motivo de orgulho superior ao talento." Balzac

"Quem atinge o seu ideal, ultrapassa-o precisamente por isso." Friedrich Nietzsche

"O homem sensato adapta-se ao mundo. O homem insensato insiste em tentar adaptar o mundo a si. Sendo assim, qualquer progresso depende do homem insensato." Bernard Shaw

"Todos os nossos sonhos podem se realizar, se tivermos a coragem de persegui-los." Walt Disney