define('DISABLE_WP_CRON', true); Comments on: Instinto Materno? https://sandrapontes.com/?p=427 Um Jeito Diferente de Descrever Acontecimentos Simples. Sat, 10 Nov 2012 04:09:54 +0000 hourly 1 https://wordpress.org/?v=5.3.14 By: Andre https://sandrapontes.com/?p=427&cpage=1#comment-37812 Sat, 10 Nov 2012 04:09:54 +0000 http://sandrapontes.com/?p=427#comment-37812 Buen Aгtículo
Мe guѕtó la forma en que escribe sobre el tema.

Seguiré ѵolviendo esta web

]]>
By: Pat https://sandrapontes.com/?p=427&cpage=1#comment-2496 Thu, 02 Feb 2006 00:54:00 +0000 http://sandrapontes.com/?p=427#comment-2496 Puxa,
todo mundo já falou um pouco do que eu sinto. Sei que não precisa ser mãe para ter a vontade de voar no pescoço da infeliz.
Doente ou não estou cansada de gente assim.
beijos
pat

]]>
By: tesco https://sandrapontes.com/?p=427&cpage=1#comment-2495 Wed, 01 Feb 2006 23:42:00 +0000 http://sandrapontes.com/?p=427#comment-2495 Precisamos olhar o caso com muito carinho e compreensão. A primeira reação é de raiva, mas o ser humano é racional e deve raciocinar e procurar entender todos os atos humanos.
Mesmo o caso de depressão não justificaria o fato, embora o explicasse. Mas estamos todos sujeitos a essas anormalidades, pois o aborto é tão hediondo quanto isso, e muitas mãis ou futuras mães, consideradas normais, o cometem e não são condenadas por inúmeras outras pessoas, também consideradas normais.
Há que considerar também, que o “demônio” é sempre o outro, nunca somos nós.
Beijos, Sandrinha.

]]>
By: Viva https://sandrapontes.com/?p=427&cpage=1#comment-2494 Wed, 01 Feb 2006 01:33:00 +0000 http://sandrapontes.com/?p=427#comment-2494 Essecaso é “incomentável” de tão horroroso. Ótimos esclarecimentos, Jacque!

]]>
By: D. Afonso XX, o Chato https://sandrapontes.com/?p=427&cpage=1#comment-2493 Wed, 01 Feb 2006 00:52:00 +0000 http://sandrapontes.com/?p=427#comment-2493 A questão de ser doença ou não, é que os advogados se aproveitam disso pra livrar a cara dessa gente. É o fim da picada. beijão

]]>
By: >>>Edu<<< https://sandrapontes.com/?p=427&cpage=1#comment-2492 Tue, 31 Jan 2006 20:57:00 +0000 http://sandrapontes.com/?p=427#comment-2492 eu queria criar um bezerrinho, junto com o Bichinho! Mas isso depois de alguns anos de casado, pra eu ter tempo de arpoveitar bem do mancebo! 🙂

]]>
By: Jacque https://sandrapontes.com/?p=427&cpage=1#comment-2491 Tue, 31 Jan 2006 15:14:00 +0000 http://sandrapontes.com/?p=427#comment-2491 Up date: Sandra, saiu na TV aqui em BH uma entrevista com um ex-namorado da moça. Ele diz que ela já tentou matá-lo por duas vezes com faca; e que ela é muito agressiva com todos. Cada vez mais acho que ela é psicótica mesmo!
Beijos.

]]>
By: Jacque https://sandrapontes.com/?p=427&cpage=1#comment-2490 Tue, 31 Jan 2006 13:02:00 +0000 http://sandrapontes.com/?p=427#comment-2490 Sandra, eu e um outro psiquiatra do CERSAM achamos que a moça não sofre de depressão pós-parto. Achamos que o problema dela é outro pior: psicose (é o que achamos). Nem sempre na depressão pós-parto a mãe mata a criança. Minha irmã teve depressão pós-parto (e ficou assim por 1 ano) e ela simplesmente não conseguia ter afeto pela minha sobrinha. Ela chorava muito e não conseguia cuidar da Marina. Hoje, graças a Deus, a relação das duas é de muito amor e ela chora e se culpa quando se lembra de não ter conseguido cuidar da minha sobrinha. Já na psicose puerperal, a mãe mata a criança sim logo que nasce ou nos primeiros dias.
Porém, no caso da moça, achamos que ela é portadora de Psicose (não a puerperal). Ela não contou a ninguém que estava grávida; foi sozinha buscar a nenê na maternidade e já tinha planejado tudo. Tive uma paciente psicótica (já fazia tratamento antes da gravidez e quando ficou sabendo que estava grávida teve que interromper a medicação); 30 dias após o nascimento do filho quase matou o filho; ela contava que morria de medo dele; ela tinha medo que ele fosse prejudicá-la ou machucá-la e por isso quase o matou, se não fosse pela mãe da paciente ficar de olho nela, o pior teria acontecido. Após retornarmos com a medicação, a moça melhorou demais! Ía às consultas agendadas comigo e com a psiquiatra sempre carregando o filho e sempre dando o maior carinho. A princípio o caso da moça daqui de BH nos causa indignação e raiva, mas não podemos descartar a hipótese de doença. Se ela não estiver doente, deve ser punida sim e com rigor!
Beijos.

]]>
By: Alexandre https://sandrapontes.com/?p=427&cpage=1#comment-2489 Tue, 31 Jan 2006 09:59:00 +0000 http://sandrapontes.com/?p=427#comment-2489 Sandra!
A raça humana é uma das mais nefastas para o planeta Terra. Do abandono de um filho à destruição do mundo. A maioria é do bem, mas o poder está nas mãos de poucos que encarnam do mal!

]]>
By: Yvonne https://sandrapontes.com/?p=427&cpage=1#comment-2488 Tue, 31 Jan 2006 09:42:00 +0000 http://sandrapontes.com/?p=427#comment-2488 Sandra, essa história abalou o Brasil. Quando a depressão pós-parto da mulher é forte o suficiente para tirar o seu equilíbrio emocional, simplesmente a mãe mata o filho na hora que nasce e não dois meses depois. Isso acontece com fêmeas mamíferas. No frigir de ovos, quem se deu bem foi a garota que se livrou dessa bruxa e que provavelmente vai encontrar uma boa família para educá-la e amá-la. A outra de 10 anos é que está muito mal. E também dou um viva para as mães que vivem na miséria e ainda assim amam seus filhos. Beijocas

]]>