By Houaiss:

2 – Derivação: por extensão de sentido.
linguagem resultante de alterações de estrutura, não raro pela interferência de mais de um idioma
3 – Rubrica: sociolingüística.
código lingüístico próprio de um grupo sociocultural ou profissional com vocabulário especial, difícil de compreender ou incompreensível para os não-iniciados; gíria
Obs.: cf. gíria
4 – Rubrica: sociolingüística.
linguajar destinado a não ser entendido senão por um grupo, em especial o que adota determinadas convenções
Ex.: a língua do pê é j. lúdico entre as crianças
8 – Derivação: por extensão de sentido.
qualquer linguagem (em especial, língua estrangeira) incompreensível
9 – Derivação: por extensão de sentido. Rubrica: sociolingüística.
linguagem deliberadamente artificializada empregada pelos membros de um grupo desejosos de não serem entendidos pelos não-iniciados ou, simplesmente, de diferenciarem-se das demais pessoas.

Código lingüístico próprio de um grupo sociocultural ou profissional com vocabulário especial, difícil de compreender ou incompreensível para os não-iniciados”. Boa essa! Gostei!!

Todas as profissões possuem jargões, ou melhor dizendo, palavras específicas para sua classe profissional.
Médicos adoram falar que o paciente é “peripacoso”. Tradução: fazendo manha, enrolando, chamando a atenção.
Policiais falam sopa de letras… “Sábado, naquele QTH, deu QRU. QSL”. Não entendeu???? Tradução: “Sábado, naquele LOCAL, deu OCORRÊNCIA. DESLIGO”. Isso sem falar que “o elemento se evadiu do local”. Claro! A pessoa vazou, deu área, sumiu…
E analistas de sistemas e afins, outro segmento atípico, não poderiam deixar passar essa oportunidade de criar suas palavras que só eles e seus pares entendem.
Veja o post abaixo, a palavra “default”. Na área de informática significa que determinada situação, se não for modificada ou “alimentada” assume seu valor default, ou seja, um valor fixo e pré-definido. Mas nós a usamos nas mais variáveis formas. A “sexta default” significa que ela ocorre sempre igual. Rotina.
Outro termo é: “minha cabeça abendou por B37”. Grego? Não… ABEND é ABnominal END, ou fim anormal de um programa. Um erro não previsto que força o fim da sua execução. B37 é falta de espaço em disco. A frase, traduzida, fica mais ou menos assim: “meu cérebro fundiu com tanta informação”.
Quer mais uma? “Gente, a Maria já entrou em looping por causa do namorado!”. Looping é quando você faz uma burrada do tamanho de uma jamanta no programa e ele fica parado num determinado ponto, executando, executando, executando os mesmos comandos, até que você ou o operador cancelem a execução. Eu juro que queria um erro desses na minha conta-corrente, no dia do pagamento!!!
Alguns termos, específicos da área de informática, você usa comumente. Já deletou algum arquivo hoje? Delete é verbo em inglês, a origem de nossas linguagens. Update, também. Atualização. Insert. Inserir. Backup. Tirar cópia. “Já becapeou o arquivo? Sim, becapeei. Pode rodar de novo!”. Todas já viraram verbos para nós.
Por essas e outras, se alguém da área de informática pedir sua ajuda porque a sua vida parece um abend S0C4, fuja! É o abend mais difícil de achar. Pode ser tudo ou qualquer coisa…
E eu aqui desejo que o return-code de sua vida seja zero! Significa que nada deu errado!

Autoria: Sandra Pontes


Comunidade do site no Orkut.
Participe.


®
TEXTO REGISTRADO. PROIBIDA REPRODUÇÃO SEM PRÉVIA AUTORIZAÇÃO. SUJEITO ÀS PENALIDADES PREVISTAS NA LEI 9.610/98 DE DIREITOS AUTORAIS.
PLÁGIO É CRIME! E OS TEXTOS CONSTANTES NA INTERNET POSSUEM UM AUTOR. PENSE NISSO ANTES DE USAR O COPIAR/COLAR.



Posts Recentes:


Comments


This entry was posted on Thursday, September 6th, 2007 at 11:50 pm and is filed under Perguntas Estranhas. Respostas Ridículas. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

9 Corajosos!!!


  1. Jacque on September 7, 2007 12:58 am

    hahaha! Essa de paciente peripacoso… só se for em Sampa, porque aqui em Minas chamamos de pitizento!
    E que seu return-code de sua vida seja zero também! hahaha! (dessa linguagem aí, conheço quase nada)!
    Beijos.

  2. marilia on September 7, 2007 12:01 pm

    sANDRA, ESTOU AMANDO…
    preciso que vc me envie por email, pois tenho que studar seu texto…rsss
    sério, sem deboche, estou na aula de pc!!!!
    adorei, e aqui eu concordo com o jacque: é pitizendo mermo!!!
    bjos e bo feriado!

  3. marilia on September 8, 2007 8:38 am

    Bom dia!
    sandr, a Ana ( mineiras) teve um texto plagiado…
    mais uma desventura nessa net….
    depois ela vai te contar tudo…
    será que temos chance de punir (????) descobrir como avisar ao culpado???
    Bjos! bom fds

  4. Cláudio Costa on September 8, 2007 10:56 am

    Minha vida peripatética trouxe-me aqui, novamente. Sem abusar o jargão, digo e repito: bão-dimais!

  5. Anna on September 12, 2007 2:59 pm

    Aff, entendo poucas expressões da sua área… na área de engenharia tb tem alguma coisa, mas os nossos maiores ‘jargões’ (que não são bem jargões não) são criados pelos operários…

    Bitorneira: não, não é uma torneira dupla, é uma máquina de rodar argamassa e/ou concreto (betoneira);
    Malmita: é marmita mesmo;
    Fundura: profundidade;

    Chega a ser engraçado, mas (mudando totalmente de assunto – perdão!) eu sinto mesmo é pena dessas pessoas que tiveram tão pouco contato com o estudo, para tentar minimizar isso, aqui na empresa onde trabalho temos o “projeto escola”, é um programa que começa com a alfabetização dos operários de obra… Mas alguns já estão começando a cursar o segundo grau. E tem sido gratificante! (perdão pela mudança radical de assunto)

    Beijo

  6. Dourado on September 13, 2007 12:59 am

    Já conhecia o plim-plim – bom mesmo o cara

    #Adoro jargões!

    p.s.: sustenido é comentário no unix.

  7. carolina on August 26, 2009 2:33 pm

    essis troços ai saum maior beca bleee

  8. RAIDER on May 7, 2010 4:34 pm

    Eu tenho um jargao tambem mais é meio serio, todo mundo fala VAMOS DAR UMA VOLTA, isto nao existe como fala o padre quevedo, olha o planeta gira numa velocidade que nao é muito facil de imginar em torno de si e gravitando sobre o sol, nós estamos numa baita INERCIA NAO PARADOS E SIM INERCIADOS ´´e isso.

  9. Sandra on May 13, 2010 9:11 pm

    Você poderia escrever em “letra de forma” ou de forma mais explícita??? Entendi foi é nada!!!!

Nome (requerido)

Email (Segredinho nosso)

Site ou blog

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe seu recado (que pode ser devidamente editado, ignorado, respondido, deletado... Depende do meu humor!)

"A vontade pode e deve ser um motivo de orgulho superior ao talento." Balzac

"Quem atinge o seu ideal, ultrapassa-o precisamente por isso." Friedrich Nietzsche

"O homem sensato adapta-se ao mundo. O homem insensato insiste em tentar adaptar o mundo a si. Sendo assim, qualquer progresso depende do homem insensato." Bernard Shaw

"Todos os nossos sonhos podem se realizar, se tivermos a coragem de persegui-los." Walt Disney