Essa frase não serve muito para uma pessoa que conheço… Já contei que há um bando de “malucos” que trabalham comigo. Semana passada tive uma aula sobre o comportamento baladeiro de um deles. São tão hilárias as histórias desse moço (aqui chamaremos de Otávio) que, dizem, estão sendo compiladas para um livro. Mas como não pretendo escrever também um livro sobre Otávio, vou contar (em off, tá?) algumas das histórias deste moço e aliviar um pouco o “clima” da casa…

1) Mãe, tô bem

Num dos raros momentos de sobriedade de final de semana do moço, eis que ele passa o farol vermelho e se enfia debaixo de um caminhão de lixo. Carros de resgate, polícia, aquele tumulto todo e ele saca o celular, liga para a mãe e fala, calmamente:

– Mãe, eu tô bem. Tô preso no meio das ferragens do carro, mas já vão me tirar, tá?

Como dizem os amigos, se a mãe não enfartou nessa, nunca mais.

2) Oba, piscina!

Guarujá, verão, sol e cerveja. Muita cerveja. Eis que Otávio é convidado para um churrasco. Amigos por perto e mais cerveja. Piscina convidando para um mergulho. E ele não se fez de rogado. Tirou a bermuda e deu um esplêndido mergulho. Ao sair da piscina a certeza que tinha foi literalmente “por água abaixo”. Que certeza? De que estava usando sunga por baixo da bermuda…

3) Soninho…

Madrugada. Voltando da balada. Cara cheia. Estrada vazia. Junte tudo isso e imagine o tamanho do sono. Ele não pensou duas vezes. Parou o carro, trancou tudo e dormiu. Fez certo? Quase. Ele só errou em duas coisas: deixou o carro ligado e parado no meio da pista ao invés do acostamento! Acordou com o guarda esmurrando o vidro do carro…

4) Quantas estrelinhas!!

Mesma estrada. Outra balada. Ao olhar para o lado, milhares de estrelinhas amarelas piscando. “Que lindo!” foi seu primeiro, segundo e enésimo pensamento antes da ficha cair e ele perceber que as estrelinhas eram formadas pelo carro dele ralando todo o guardrail…

O nome real? Não posso… Modelo e placas do carro? Não devo. Mas uma coisa eu posso dizer: “não” quando Otávio me oferecer uma carona. AAhhmm… Só toma cuidado com um carro “mil” muito escuro por essas bandas.
Nota: Aniversário de um blog que admiro muito. Contos & Cultos, Feliz Um Ano!


Autoria:
Sandra Pontes


®
TEXTO REGISTRADO NA BIBLIOTECA NACIONAL. PROIBIDA REPRODUÇÃO SEM PRÉVIA AUTORIZAÇÃO. SUJEITO ÀS PENALIDADES PREVISTAS NA LEI 9.610/98 DE DIREITOS AUTORAIS.
PLÁGIO É CRIME! E OS TEXTOS CONSTANTES NA INTERNET POSSUEM UM AUTOR. PENSE NISSO ANTES DE USAR O COPIAR/COLAR.



Posts Recentes:


Comments


This entry was posted on Tuesday, May 16th, 2006 at 9:54 pm and is filed under À parte. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

8 Corajosos!!!


  1. Allan Robert P. J. on May 16, 2006 11:44 pm

    Esse mundo tem muito mais otávios do que você imagina.

  2. Alexandre on May 17, 2006 8:49 am

    Esse não tem salvação. Sacrifica logo!

  3. Luninha on May 17, 2006 11:24 am

    Hahahaha, muito bom! Que loucura, difícil de acreditar….
    Contagem regressiva para o feriado, hein!
    Beijos

  4. Viva on May 17, 2006 4:18 pm

    Sandra, pode parecer engraçado mas se ele não tomar (oops) jeito, em breve você terá uma crônica triste pra escrever. Só lamento pela mãe e pelas possíveis vítimas deste inconseqüente.

  5. Helder da Rocha on May 17, 2006 6:56 pm

    Ele combina com uma amiga minha que conseguiu achar um poste na Marginal Tietê, destruir um carro novinho e ainda lembrar, apesar de trêbada, do telefone da amiga que chegou a tempo para assumir o seguro.

  6. Alexandre on May 18, 2006 7:19 pm

    Obrigado pela dica em seu blog Sandra!

    Bjs

  7. Yvonne on May 20, 2006 10:56 am

    Que figura, hein? Beijocas

  8. Anonymous on June 9, 2006 5:50 am

    Your are Excellent. And so is your site! Keep up the good work. Bookmarked.
    »

Nome (requerido)

Email (Segredinho nosso)

Site ou blog

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe seu recado (que pode ser devidamente editado, ignorado, respondido, deletado... Depende do meu humor!)

"A vontade pode e deve ser um motivo de orgulho superior ao talento." Balzac

"Quem atinge o seu ideal, ultrapassa-o precisamente por isso." Friedrich Nietzsche

"O homem sensato adapta-se ao mundo. O homem insensato insiste em tentar adaptar o mundo a si. Sendo assim, qualquer progresso depende do homem insensato." Bernard Shaw

"Todos os nossos sonhos podem se realizar, se tivermos a coragem de persegui-los." Walt Disney